top of page

Instituto Parceiros do Bem

Ativo 9.png

A PARCEIROS DO BEM  foi fundada em 27 de setembro de 2005, com o objetivo de ser um facilitador para a realização de projetos culturais com foco na inclusão, formação cultural, preservação do patrimônio histórico cultural, arquitetônico e artístico, inovação, tecnologia social, geração de renda, difusão e valorização do fazer cultural.
 

Em 04 de novembro de 2005 foi qualificada como Organização Social Civil de Interesse Público – OSCIP. Em 2009 recebeu o título de Utilidade Pública Estadual do Espírito Santo e em 2013 o reconhecimento do Conselho Estadual de Cultura como Entidade Cultural.


Entre 2009 e 2013 realizou, através de Convênio com a Secult/ES, as Mostras Capixabas de Audiovisual, com mais de 200 oficinas e 7 mostras realizadas em todas as regiões do estado, e o Fecim - Festival de Cinema de Muqui. Em 2011 foi premiada para a implementação do Ponto de Cultura Museu do Comum, que ainda hoje funciona na comunidade de Terra Vermelha, Região 5 de Vila Velha. Ainda em 2013 realizou com a Fames o 19o. Encontro Nacional de Trombonistas e o Cariacica fazendo Cultura. Em 2014 realizou o projeto Vídeo nas Comunidades.


Em 2017 e 2018 realizou a produção local da 11a e 12a Mostra Cinema e Direitos Humanos, realizada pelo Ministério dos Direitos Humanos. Entre 2020 e 2022 realizou, através da Lei Aldir Blanc, os projetos ‘’Cultura em Toda Parte I e II’’, contemplando mais de 500 artistas e fazedores culturais do estado, com 65 capacitações e 140 apresentações artísticas, e o ‘’Agentes do Amanhã - Trilhas da Cultura’’. Ainda em 2021 realizou, juntamente com a MM Projetos Culturais, o Marien Calixte Jazz Music Festival e a ‘’Mostra Todo mundo tem uma história’’. Em 2022 realizou o Projetar - Mapeamento das Atividades de economia criativa e solidária do Centro de Vitória.

Objetivos

  • Desenvolver a inclusão social de crianças, jovens e adolescentes, através da cultura;

  • Desenvolvimento de atividades culturais, ambientais e esportivas;

  • Organizar treinamentos e cursos de atualização profissional;

  • Promoção do desenvolvimento sustentável;

  • Promover e fomentar ações de educação e cultura;

  • Desenvolver projetos e programas de inclusão social;

  • Desenvolver programas de geração de emprego e renda;

  • Promover, defender e conservar o patrimônio histórico cultural, arquitetônico e artístico.

bottom of page